Os 10 shows lendários que fizeram a fama do CBGB

Versão traduzida do texto” 10 Legendary Gigs That Made CBGB Famous” publicado em 15 de outrubro de 2016 na Loudersound.

O CBGB ficou famoso não por ter um delicioso cardápio ou por ter uma banheiro limpinho, mas  pela força dos artistas que ali se apresentaram e  pla  atmosfera criada nessa icônica casa de show. Bandas nasceram e foram reveladas lá , artistas cresceram e aprenderam a lidar com o público, a magia estava no ar.

Ramones/Angel And The Snake (16 de agosto de 1974)  Os Ramones fizeram sua primeira aparição pública como um quarteto (antes da entrada de Tommy, Joey cantava por trás dos tambores)  tocando para um clube quase vazio. Legs McNeil lembra: “Todos  os integrantes da banda estavam vestindo jaquetas de couro pretas. Eles tocaram essa música  que era apenas uma parede de ruídos . Detalhe :  a banda Angel and the Snake era composta por Chris Stein, Debbie Harry e Fred Smith.

Patti Smith/Television (23 de março de 1975) A rainha do CBGB, Patti Smith, foi apresentada ao local por Richard Hell. Ao fazer sua poesia em um cenário de rock moderno ao lado de Lenny Kaye, a ascensão de Smith foi rápida. Esta noite também marcou a última aparição de Hell como baixista líder da banda Television.

Heartbreakers/Talking Heads/Blondie (15 de agosto de 1975) Outra noite crucial, com cena a de Nova York, posteriormente conhecida como Punk , gradualmente tomando forma. Blank Generation de Richard Hell juntou-se ao ex-Doll Johnny Thunders no set dos Heartbreakers. A  banda Talking Heads  de  David Byrne toca Psycho Killer em sua décima sexta aparição no CBGB em dez semanas, e a banda Blondie começou a noite com Martha Reeves’ Heat  Wave.

Damned/Dead Boys (10 de  abril  de 1977) Os missionários britânicos do Damned foram os primeiros a espalharem o evangelho dos três acordes para os colonos, que captaram bem a mensagem.A abertura das apresentações ficou por conta  dos Dead Boys.

Misfits (18 de abril de 1977) Toda semana o CBGB realizava audições de bandas locais que com a esperança de garantir um show na casa. A banda Misfits de Nova Jersey fez sua primeira audição no CBGB. Bem sucedida na audição, os baluartes do punk horror foram recompensados ​​com um segundo show, abrindo para The Shirts, em junho.

Frank Furter and The Hot Dogs (13 de janeiro de 1978  Para celebrar a sexta-feira  13,  os músicos do The Cramps realizaram um dos seus shows mais impressionantes ainda  sob  a alcunha de  Frank Furter and The Hot Dogs. Ainda sem assinar com  uma  gravadora , dois anos antes de lançar seu álbum de estréia, o público delirou com a performance da banda.

The Police (20 de outubro de 1978) Tendo chegado às 22:30 para se apresentar à meia-noite, o trio desconhecido pelo público local, foi forçado a  fazer a passagem de som assim  que adentrou no CBGB. Ao subir no palco, a mistura  de Pop, Rock e Reggae  fez  com que  todos os presentes na casa se empolgassem. A banda estendeu a parte instrumental   das  músicas devido à falta de material, uma abordagem que foi aplicada posteriormente em todos  os  shows da banda.

Beastie Boys / Reagan Youth / The Young and the Useless (20 de novembro  de 1982) Antes de se reinventando como B-Boys , Beasties  Boys era um quarteto  de hardcore com o vocalista Michael Diamond, o baixista Adam Yauch, o baterista Kate Schellenbach e o guitarrista John Berry. Neste mesma tarde de matinê  de sábado, apresentaram-se o Reagan Youth e o  The Young and the Useless, com um guitarrista chamado  Adam Horovitz.

Guns and Roses (30 de Outubro de 1987) Três meses após lançar o álbum Appetite For Destruction , antes da banda estourar, o GN’R  tocou um set acústico no CBGB Recrod Canteen, basicamente, a loja ao lado. Eles só tocaram duas músicas da AFD, mas estrearam quatro músicas do álbum Lies, um ano antes de seu lançamento.

Patti Smith Group (15 de outubro de 2006) Não poderia ter sido mais apropriado para Patti Smith ter feito o show final do CBGB. Ela tocou um set de três horas e meia e contou com a presença de Flea do RHCP . Foi o belo encerramento da  história desse  icônico lugar.

Publicado por Oswaldo Marques

Moro em Belo Horizonte, MG , sou um músico que curte trocar idéias e questionar sobre tudo que acontece no mundo da música.

2 comentários em “Os 10 shows lendários que fizeram a fama do CBGB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: