Saiba um pouco mais sobre o trabalho de Rick Rubin, o mago que dá os toques de Black Sabbath a ZZ Top

Resumir o currículo de Rick Rubin em poucas linhas não é tarefa fácil , pois o homem produziu muitos álbuns importantes na história do Pop , do Rock e até do Country. Com seis Grammies na prateleira, Rick é famoso por saber extrair o melhor dos artistas com quem trabalha. Muito importante para o desenvolvimento do RAP, ele foi o responsável pelo primeiro crossover  do estilo : a regravação de Walk this Way unindo Run DMC e Aerosmith.

Segundo Rubin, seu negócio tem pouco a ver com música , tem mais a ver com bom gosto, cultura e equilíbrio. Bom gosto é algo que este gênio da produção musical tem de sobra. Ele sabe extrair dos músicos a exata dosagem de feeling, pegada e belos timbres. Os álbuns listados abaixo são os que mais me encantam entre aqueles da vasta lista deste produtor fantástio.

Run DMC-Raising Hell-1986

O que dizer de um álbum que tem My Adidas, Walk This Way, You Be Illin’ and It’s Tricky (a Xuxa fez uma versão chamada Hey, Mickey) ? Só quem viveu a época entende o impacto desse álbum na indústria da música.

Wolfsbane – Live Fast, Die Fast-1989

Álbum de estréia da banda inglesa pelo selo de Rubin chamado Def America. Detalhe : o vocalista da banda era Blaze Bayley , que,  anos depois, seria vocalista do Iron Maiden.

The Cult – Electric -1987

Hard Rock na veia ! Timbres de guitarra clássicos , bateria bem seca e a voz de Ian Astbury soando limpa e feroz como nunca. O álbum possui a melhor versão de Born to Be Wild que conheço. Wild Flower possui aquela vibe AC/DC contagiante e a zeppeliana Love Removal Machine é uma obra prima.

Red Hot Chili Peppers – Blood Sugar Sex Magik-1991

Under the Bridge é , até hoje ,um dos maiores hits da banda . A bela melodia e o clima melancólico dão uma fragilidade e feeling únicos à balada. Quanto a Give it Away ,é impossível não pirar, repetir o refrão e dançar ao som de uma música tão contagiante.

Mick Jagger-Wandering Spitit-1993

Seis anos antes de ter um filho com Luciana Gimenez, Mick Jagger lançou este interessante álbum com participações de Flea , Billy Preston , Lenny Kravitz ,. entre outros.

Red Hot Chilli Pepers-Californication- 1999

Embora eu não curta este redirecionamento sonoro, em grande parte influenciada pela volta de John Fruciante à banda, o álbum é muito importante e, de certa forma, ajudou a moldar o Pop dos anos 2000. Além da faixa título , o album também tem os hits Scar Tissue e Other Side.

Death Magnetic-Metallica-2008

Primeiro álbum com Robert Trujillo na banda , Death Magnetic foi criticado pelo seu excesso de compressão sonora como consequência da “Loudness war”. A banda ganhou três Grammies , incluido o Grammy de Melhor Perfromance de Heavy Metal em “My Apocalipse”. As músicas foram gravadas no lendário Sound City Studio.

ZZ Top- La Futura- 2012

Sonoridade fantástica com timbres vintage e aquela vibe única do trio texano. Chartreuse é uma das músicas que mais gosto da banda : um shuffle cheio de punch e  um solo de guitarra que lembra o som de uma gaita. Coisa  linda !

13-Black Sabbath-2013

Volta triunfante da banda com Ozzy nos vocais. Rick resgatou a sonoridade da fase anos 70 da banda , trazendo a felicidade aos músicos e ao seu público.

Publicado por Oswaldo Marques

Moro em Belo Horizonte, MG , sou um músico que curte trocar idéias e questionar sobre tudo que acontece no mundo da música.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: